Buscar

Os comportamentos que não tem mais espaço nem hoje e nem no futuro dentro do Banco

Você já deve ter ouvido que uma maçã podre tem o poder de estragar todas as outras não é mesmo? Uma simples maçã podre pode contaminar diversas maçãs saudáveis a sua volta. Isso acontece quando a fruta produz um composto químico gasoso chamado “etileno”, um agente especial de amadurecimento.


Quando você armazena esses frutos juntos, o etileno passa a ser emitido em quantidades maiores, de modo que as frutas ao redor passam a amadurecer ainda mais depressa.


Apesar de ser uma metáfora, é real, e o mesmo acontece dentro do banco. Existem muitos bancários com comportamentos “etilenos” por aí, que acabam contaminando a agência toda.


Uma vez uma cliente me falou que estava com um grande problema com sua equipe e não sabia como resolver a situação, ela me contou que mais de uma pessoa se dirigiu até ela para falar sobre uma única pessoa, fizeram reclamações sobre o comportamento deste profissional, disseram que ele era grosseiro, gritava com os colegas, na maioria das vezes era arrogante, ele se intrometia nas vendas e tirava a paz total do seu departamento.


Ela me relatou que após as constantes queixas da equipe e impacto negativo no clima é resultado final, ela conversou com ele diversas vezes, mas ele melhorava no começo, e logo voltava a ter as mesmas atitudes.


Ela já estava ficando sem alternativas e o seu maior obstáculo era que, este mesmo profissional apresentava os melhores resultados de toda a equipe.


Em algum momento da sua carreira você já escutou alguém falar, “Ele é muito bom no que faz, mas é uma pessoa difícil de lidar”?


Parece inofensivo, afinal essa pessoa apresenta resultados. Mas qual o preço disso? Quantas pessoas ela consegue afetar com seu comportamento etileno?


O banco não sobrevive com apenas o resultado de uma pessoa, e sim pelo todo, o resultado de toda a equipe.


E é por isso que grandes empresas vem mudando ao longo dos anos o formato de contratação, atualmente, o comportamento de um profissional tem muito mais valor do que a técnica, para que não tenha mais maçãs podres.


Seguem a baixo alguns exemplos de comportamentos etilenos.


1. Fazer fofoca;


Os fofoqueiros de plantão que tiram a paz de todos, é uma intriga ali, outra lá, escuta algo de um e já distorce para outro, e quando menos percebemos a agência está um caos total.


Se afaste dessa pessoa antes de ser contaminado bancário, não leve tudo ao pé da letra, não demonstre interesse e nem dê abertura para que ele inicie esse tipo de fofoca, e se iniciar, seja gentil e diga que não está interessado e prefere não saber.


2. Falar sem parar sem necessidade, o famoso tagarela;


Ser comunicativo e ter um bom relacionamento dentro do banco não é errado, muito pelo contrário, é ótimo. O problema é quando a pessoa não tem noção e quer ficar batendo papo o dia inteirinho, contando a vida toda, e tirando a atenção de todo mundo.


Cuidado bancário, sem que você note, ela vai roubar grande parte do seu tempo.


3. Se fazer de vítima, o Injustiçado;


Sabe aquele coitadinho, que vive reclamando de tudo, e acha todos estão perseguindo ele o tempo todo? Pois é, esse é o injustiçado.


Bancários injustiçados esgotam toda a nossa energia, são negativos, tristes e sempre vão te colocar para baixo.



4. Falta de equilíbrio emocional;


Um profissional sem equilíbrio emocional é uma bomba relógio dentro do banco, são diversas as possibilidades na qual ele pode explodir, seja por um problema pessoal, por ter que lidar com um cliente mal humorado, por uma bronca do superior, ou qualquer outra coisa que vai contra suas expectativas.


Essa pessoa não consegue lidar com seus sentimentos e pode sair descontando em tudo e em todos, surtando total.



5. Falta de atitude para resolver problemas.


Surge um problema no banco e o profissional entra e pânico, ao invés de procurar uma solução para o problema, ele acaba alarmando e parando o departamento inteiro.


Sabe aquela expressão “tempestade em copo d’água”, é exatamente isso que este profissional faz, se ele não souber lidar com problemas ele realmente terá um problema, pois no banco temos que lidar com isso o tempo todo.


Não é difícil identificar esses comportamentos, se você costuma cometer algum deles mesmo que de vez em quando, e até mesmo inconscientemente, é hora de se policiar bancário, pois eles não têm espaço nem hoje e nem nunca dentro do banco.


Se você quer ir para um próximo nível no âmbito de comportamento, eu posso te ajudar. Já conhece o Programa Bancários de Sucesso? Ainda não? 😱


Clique aqui e entenda como ser um BDS: https://www.bancariosdesucesso.com.br/ometodo


Lembre-se sempre de cultivar o bom relacionamento, afinal o banco é sua segunda casa.


Um forte abraço.

Paula Queiroz.

Bancários de Sucesso.

0 visualização
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram

© 2018 Bancários de Sucesso

Todos os direitos reservados