Buscar

Não jogue fora o seu bem mais precioso


O tempo é um dos bens mais preciosos que temos. O segundo que você parou para ler a frase anterior, já não volta mais, e é assim com todo o tempo que gastamos em nossas vidas. Quanto mais velhos ficamos, mais temos a sensação que 24h por dia não é suficiente e ficamos desesperados para resolvermos as nossas obrigações diárias e tentar fazer com que sobre um tempo para o lazer. Tudo está acontecendo de uma forma bem rápida e as pessoas que não souberem organizar suas 24h diárias, não terão vantagens alguma no futuro.


Existem diversas atitudes que contribuem para que achemos que não temos tempo suficiente para todas as tarefas do cotidiano:


- Desperdiçar o tempo que parece inútil - sim, desperdiçamos tempo achando que não são de grande valor, mas isso é um grande erro. O tempo que você gasta no trânsito, por exemplo, poderia aproveitar para ouvir um audiobook. A espera do médico, juntamente com um bloquinho ou tablet, pode gerar boas ideias e planejamentos de futuros passos;


- Não comer e se hidratar corretamente - nossa alimentação está diretamente ligada à nossa produtividade. Tomar mais água durante o dia é extremamente importante para melhor a concentração. Há quantidades ideais para cada pessoa, até mesmo porque o excesso não faz bem também. Mas comer melhor e se hidratar corretamente faz muita diferença na produtividade, logo, contribue para otimização do tempo no seu dia a dia;


- Achar que não tem tempo - o primeiro erro, na verdade, antes de tudo, é achar que não tem tempo. Você mesmo começa a se bloquear. De nada adianta ficar gritando para os quatro cantos da Terra que você está correndo, que não tem tempo, etc. Isso só te prejudica.


Se você se identificou com alguma opção acima, comece a mudar. É desafiador mudarmos hábitos tão presos à nós, mas não é impossível. Comece devagar, fazendo uma coisa de cada vez, e depois verá o quão enriquecedor pode ser para você. Além de mudarmos os erros, também temos ações que facilitam a otimização de nosso tempo:


- Analisar a si mesmo - tudo começa por nós. Comece a observar quais erros comete, onde você pode melhorar, etc. Uma análise de você mesmo é necessária para saber os próximos passos na melhoria como um todo;


- Achar o que não contribue com seus objetivos - é essencial saber onde gastamos energia sem a menor necessidade. Se aquilo que você faz não te aproxima de seus objetivos, pare de fazer. Não adianta ficar reproduzindo um comportamento só pelo hábito ou vício. Você tem de se aproximar mais da realização de seus planos, não se afastar dela;


- Simplifique o que for possível - simplificar é algo que ajuda muito na rotina. Separe a roupa que irá usar amanhã, hoje. Saiba o que vai comer, que horas tem de sair de casa e todos os detalhes que dá para antecipar;


- Pare de ser multitarefas - quando você quer abraçar tudo de uma vez, acaba não abraçando nada e ficando de mãos vazias. Realize uma tarefa por vez. O foco é o principal amigo da produtividade, logo, da otimização do tempo;

Saiba dizer não - dizer “sim” para todos só prejudica uma pessoa: você mesmo. Saiba dizer não e pare de acumular tarefas ao longo do dia;


- Separe as tarefas por compatibilidade - comece fazendo o que menos gosta primeiro, e depois vá avançando para o que mais gosta ao longo do dia. Pode parecer que não, mas isso nos ajuda muito a ter mais motivação;


- Queira a mudança - de nada adianta saber disso tudo e não colocar em prática. Mude, faça acontecer. Você consegue!


Abraços.

Paula Queiroz

133 visualizações
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram

© 2018 Bancários de Sucesso

Todos os direitos reservados