Buscar

Como minimizar o impacto do (COVID-19) no seu trabalho

Independente se você está preocupado ou não em contrair o coronavírus, uma coisa é certa: Você está sofrendo grandes consequências na sua vida neste momento delicado. É de conhecimento Global os impactos do vírus no Brasil e no mundo e, sabemos que o impacto está sendo extremamente significativo no banco. Diante a tantas notícias, informações, dados, especulações, não é fácil se manter blindado diante de tantas incertezas e distinguir o que é verdade ou especulação, a única saída no momento é a busca de alternativas eficazes para minimizar o impacto da doença. Segundo especialistas com impacto do coronavírus, Brasil deve voltar a ter recessão neste ano. Devido aos efeitos da crise do coronavírus no Brasil, o Banco Central (BC) reavaliou a projeção para o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) de 2020 para zero, de acordo com o último relatório trimestral da inflação. O relatório anterior estiupulava um crescimento de 2,2%. Banco Central reduziu novamente a taxa básica de juros e já disponibilizou R$ 1,2 trilhão para o sistema bancário tentar manter o mercado de crédito funcionando. “Estamos trabalhando com um cenário no qual o impacto do surto de coronavírus vai se dissipando ao longo do ano", afirma Maurício Oreng, economista do Santander. "A atividade do Brasil vai ser truncada neste ano. No quatro trimestre, a economia deve retomar para a normalidade." Sabemos que essa fase vai passar e eu espero que seja logo, não sabemos ainda o real impacto, as consequências e o tempo que vai durar, mas vamos deixar que as consequências e danos do corona vírus sejam só aqueles que não conseguimos evitar. Enquanto isso podemos refletir sobre o momento e procurar passar por essa fase com a mentalidade, espiritualidade e emoções mais fortes. Minha proposta neste artigo é trazer algumas dicas para minimizar os impactos do coronacrise no banco. Seguem as dicas: Seja racional: O fato é que estamos sendo tomados pelas emoções, o medo está nos assombrando, e o que acontece: de uma forma simplista, se sua emoção está lá em cima, sua razão está lá embaixo. Ser positivo diante de momentos tão difíceis talvez seja te pedir demais, mas trazer para o racional, fará você desmistificar o monstro que está vendo e os pensamentos catastróficos que possivelmente está tendo. Desafie os seus pensamentos: Se você está com medo da doença, pergunte a si mesmo: tenho sintomas que evidenciem a doença? Estou em situação de risco? Se está com medo do desemprego se pergunte: todos meus colegas estão na mesma situação, por que eu seria desligado? Quais as minhas competências, as minhas forças e oportunidades? Quais as minhas fraquezas e ameaças? Na minha vida quais foram os momentos que eu superei crises econômicas, pessoais ou profissionais? Certamente você perceberá que já passou por muitos momentos desafiadores e que é capaz de passar por isso. Nossos nervos estão a flor da pele neste momento e, nessas condições não conseguimos sair do emocional para o racional. Desafie os seus pensamentos e questione-se! Tenha mais empatia com os clientes: Bem provável que você receba clientes desesperados, receosos e estressados. Não entre na mesma frequência. Esteja presente para isso, não é sobre você, é sobre o momento. Seja empático e esteja próximo, nesse momento as relações são fortalecidas. Talvez seja um excelente momento para estreitar sua relação comercial em um atendimento mais informal, empático e consultivo. Não meça esforços para ajudar, mas entenda que não pode fazer além daquilo que está no seu controle. Não queira carregar o mundo nas costas. Enxergue a situação por uma ótica diferente: Tenha uma visão macro, questione “verdades absolutas”, a situação é complexa. Existem dois fatores importantes: saúde e economia, ambos são importantes, é preciso bom senso e equilíbrio. Não sabemos ao certo os impactos reais do vírus nos bancos, mas, uma coisa é certa: Os bancos, empresas em geral e nós vamos precisar nos reinventarmos e buscarmos novas alternativas jamais imaginadas. Nesse momento somos forçados a nos reinventarmos, olhar além e fazer coisas que jamais imaginaríamos fazer em um curto período de tempo, olhe para esse momento como fonte de crescimento e aprendizado. Cuide-se: Aproveite o momento cuidar de você, cuide da sua saúde física, mental e emocional. Se alimente bem, beba bastante água, faça exercício físico moderado, se desligue das notícias trágicas, assista pouco noticiário, cuide dos seus relacionamentos mesmo que a distância, envie uma mensagem de para as pessoas queridas, faça uma videoconferência. Priorize o seu autodesenvolvimento: aproveite para fazer coisas que não tinha tempo para fazer: ler, estudar, aprender algo novo, ver filmes. Diante de todo esse caos, muitos bancários estão se inscrevendo para o programa bancários de sucesso para se fortalecerem, aprenderem novas estratégias, novas ferramentas e assim passar por esse momento tão desafiador da melhor forma. Cuide de você em todos os aspectos, todos estamos no mesmo barco e passaremos por isso juntos. Um forte abraço Paula Queiroz Bancários de Sucesso

0 visualização
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram

© 2018 Bancários de Sucesso

Todos os direitos reservados