Buscar

Como construir uma imagem profissional

Há quem diga que a gestão de imagem é apenas para grandes figuras públicas, ou apenas para grandes empresas.


Construir uma boa imagem? Isso é trabalho para o marketing, certo? ERRADO! Também tem aqueles quem acham que construir uma imagem é algo errado. Se você pensa isso, mude agora!


Há um tempo, grandes sites e revistas focados em carreira vem falando bastante sobre a 4ª revolução industrial, a forma como ela vai impactar os profissionais atuais, e o que se espera de competência para o profissional do futuro. E é aí que a gestão de imagem entra.


Um dos grandes responsáveis pela 4ª revolução industrial com certeza é o avanço tecnológico. Vivemos em uma era quase 100% digital, estamos o tempo todo conectados. E claro que se usado de forma correta, é um grande aliado e facilitador para a construção de uma imagem.


Mas Paula, o que isso tem a ver com nós bancários? Tem tudo.


Podemos não perceber mas usamos nossa imagem pra tudo, há muito tempo, nossa imagem não diz quem nós somos, mas principalmente do que somos aliado a forma que as pessoas nos enxergam, nossa imagem contribui para que o mercado nos veja com credibilidade, confiança e respeito, seja por clientes, colegas de trabalho, gestores ou concorrentes.


E por isso devemos saber trabalha-lá em nosso favor.


Mesmo que pareça superficial, as pessoas sempre vão olhar a embalagem antes de ter o desejo de “comprar o produto”. E assim acontece com a gente.


Se passamos uma imagem ruim, ranzinza, grosseira, insegura, desleixada ou de uma pessoa “morna”. As pessoas não vão, nem de longe querer saber o que temos a oferecer, de forma inconsciente já cria-se um obstáculo.


Como eu disse antes, a imagem nem sempre se trata de como nós somos mas sim de como as pessoas nos enxergam. É o que você representa para as pessoas.


No entanto trabalhar só a imagem não é o bastante, não se trata de criar um personagem mostrando as qualidades que outras pessoas esperam, e sim de evidenciar nossas proprias qualidades e criar uma marca pessoal que demonstre como um todo o que somos.


E é por isso que neste artigo quero mostrar a você bancário, como construir uma imagem profissional no mercado.


Imagem profissional x pessoal


Antes de mais nada você precisa entender que sua imagem pessoal sempre vai andar com sua imagem profissional, não adianta querer distinguir uma da outra.


- Sua imagem pessoal é também responsável pelos elementos que causam a primeira impressão, como linguagem corporal, expressão facial, aparência e seus comportamentos.


Confira a baixo:


Linguagem corporal


Ainda que não perceba, o seu corpo e os seus gestos, dizem muito sobre você. Se você nunca prestou atenção como se comporta diante dos outros, este é o momento.


O ideal para um bancário é que demonstre confiança e segurança sempre, portanto mantenha o tronco ereto, a cabeça erguida e tenha firmeza no aperto de mãos.


Expressão facial


Trabalhar com atendimento ao público certamente requer simpatia, ainda mais quando se trata de vendas. Imagine chegar a um local e ser atendido por alguém de cara fechada e mal humorado. Ninguém gosta de ser mal atendido.


Nem todos os dias são fáceis, é claro que temos problemas como todo mundo, no entanto devemos nos policiar para que isso não transpareça, faz parte também do domínio da inteligência emocional.


Aparência


Pode parecer futilidade, mas vestimentas é um gatilho da autoridade, temos que estar atentos as vestimentas, mas também aos cuidados gerais: as roupas devem sempre estar impecáveis limpas e passadas, mulheres sempre maquiadas e de unhas cuidadas, e homens com a barba feita (é um grande questionamento de muitos), cabelo e unhas cortadas.


Imagem nas redes sociais


Muitas empresas fazem análises nos perfis dos candidatos, além disso você provavelmente tem nas suas redes clientes, colegas de trabalho, gestores em sua rede, então use suas redes sociais em seu favor.


Imagem no banco


Seja um profissional comprometido, que se comporta como alguém de sucesso, se você almeja cargos mais altos, a sua marca precisa ser coerente e vista por outras pessoas, como alguém que tem condições de subir um degrau.


Lembrando que a imagem profissional não se resumi apenas nisso, devemos trabalha-la cuidadosamente, apostando em uma boa comunicação, e claro, usando também o networking como um grande aliado.


Entenda, você querendo ou não está deixando sua marca, então faça isso de forma intencional e estratégica.


Um forte abraço.

Paula Queiroz

Bancários de Sucesso

98 visualizações
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram

© 2018 Bancários de Sucesso

Todos os direitos reservados